quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Retorno Amigo


Olá, tudo bem?


Não sei quem você é, mas sei que, o que vou lhe apresentar, interessa e muito!

(((((((((((((((# Acredite e Não aceite imitações!))))))))))))

Perguntei se está tudo bem porque, na maioria das vezes, as coisas vão bem se houver o saciamento de nossas vontades, a realização dos nossos sonhos, o pleno suprimento das nossas necessidades físicas e/ou materiais, entre outros, não é verdade? Vivemos numa busca constante e contínua, não do dinheiro, mas sim do que ele pode proporcionar: a melhora da nossa qualidade de vida e a de nossos entes queridos, isso é um fato.

Então nos perguntamos com certa freqüência: o que eu posso fazer para melhorar um pouquinho a minha renda mensal e proporcionar conforto e felicidade para mim e para a minha família?

Primeiramente, respondendo para você mesmo, convido-lhe a refletir:

Eu tenho a coragem de acreditar em mim? Eu investiria um tempo a mais em busca do que tanto almejo? Eu estou disposto a investir um pouquinho: somente quarenta reais e nada mais para ter o que eu quero?

Se você entendeu bem a profundidade dessas perguntas, analisou o seu futuro e o de sua família e, por fim, respondeu SIM a todas elas, como diz o ditado: “Não vou lhe dar o peixe, mas vou lhe ensinar a pescar!”. E então, quer pescar muita arara? Logo abaixo você entenderá o motivo dessa pergunta!

Escrevi tudo isso até agora porque preciso dar-lhe um Retorno Amigo: apresentar-lhe uma organização séria (.org), talvez a mais séria, porque é realmente organizada e sistematizada (veja a definição de sistema) e, que reverte os seus fins lucrativos para os seus próprios membros, por isso é uma organização séria, ninguém perde, só tem a ganhar, porque trabalha para ter vantagem certa. Veja como:

Ahhhh! Não vou colocar nenhum link para você acessar, senão vai pensar que pode ser um vírus de internet, então, copie o endereço abaixo, cole no seu navegador de internet e, veja a possibilidade da tão almejada chance de mudar algumas coisas na sua vida, sinta a esperança voltando, um novo amanhã surgindo:

http://www.retornoamigo.org/Francisco-Edson

No YouTube, você encontra tudo muito bem explicado através do link:

http://www.youtube.com/watch?v=WGtz_wF5YBw

Se você confiar e quiser ter-me como seu primeiro amigo, eis o meu link do Retorno Amigo:



Agora, se você vai dar-se uma chance de ter um ano de 2014 melhor ou não, é com você, porém, eu apenas quis oferecer-lhe um RETORNO AMIGO, porque realmente estou vendo a chamada chuva de R$ 10,00 (dez reais) na minha conta bancária, é uma chuva mesmo! Para isso eu tive a coragem de dar-me uma chance para oferecer o de melhor para mim e minha família, investindo um pouco do meu tempo.

E também tive de sacrificar o lanche do fim de semana, foi aí que consegui os R$ 40,00 (quarenta reais). Tenho realizado e venho realizando outros sonhos.

Muito obrigado pela sua preciosa atenção! Tenha um FELIZ Natal e um FELIZ 2014!

Atenciosamente,

Francesco Edson Nogueira
Membro do Sistema Retorno Amigo

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Depoimento espontâneo 36!

“Conheci o Projeto Integrando Gerações “Informática na Terceira Idade” na própria escola onde eu estudo, quando o professor passou avisando sobre a abertura das inscrições para exercer a função de monitor de informática. Interessei-me logo de início e resolvi me inscrever, pois na minha opinião exercer um ato voluntário é uma atitude muito bacana que, além de gerar grandes e novas amizades, compartilhar experiências, podemos suprir algumas necessidades dos nossos semelhantes.

Pertenço ao projeto desde o ano de 2006 e continuo porque realmente tem sido muito bom poder compartilhar o conhecimento de informática que possuo com as pessoas idosas.

Os diversos momentos de emoção que passamos no projeto têm colaborado para exercitar algo em mim que eu desconhecia: uma pessoa sensível e solidária. Com a sensibilidade que eu reconheço hoje ajudo outras pessoas fora do projeto, pois lá aprendi que devemos respeitar, nos doar e ajudar com o coração e não por barganhas.

Minha vida deu uma boa mudada, pois agora me sensibilizo mais com as coisas que acontecem ao meu redor e tenho uma vontade (antes de forma parcial) de ajudar no possível e principalmente de coração aberto.

O ensino de informática que, realmente, é um assunto complexo e não se pode aprender em um “estalar de dedos”, quando oferecido à terceira idade trata-se de uma inovação, pois vários fatores devem ser levados em conta. O projeto tem uma preocupação muito bonita para com essas pessoas e sei que o que estou fazendo ajuda-os no sentido de reintegrá-los no mundo moderno em que vivemos.

Não tem sido fácil cumprir essa tarefa, a coordenação motora deles tem de ser trabalhada com muita paciência, e para lidar com o mouse e o teclado é imprescindível essa habilidade, pois não é algo que se aprende de forma fácil e rápida.

Com carinho, atenção e determinação, além de muito amor realizo esse trabalho e vejo dia-a-dia os meus esforços valerem a pena”.

Thaís Pirez Alves Ferreira, 15 anos, monitora de informática, Campo Grande – MS.

quinta-feira, 31 de março de 2011

Depoimento espontâneo 35!

“Conheci o projeto no ano de 2005, através de um convite, feito por uma coordenadora da escola que o desenvolve. Iniciei as aulas por acreditar que eu ainda teria uma oportunidade de começar uma vida nova apesar dos meus sessenta e oito anos de vida.

Comecei sem saber nada, nem mesmo ligar e desligar o computador. Na minha primeira aula fiquei muito nervosa e imaginei que não iria conseguir nada, que não iria aprender, até pensei em desistir do curso. Conversei então com o professor e comentei-lhe sobre as minhas dificuldades e ele me confortou dizendo que não era pra eu desistir porque no início todos têm as mesmas limitações, que era assim mesmo. Ele me deu muita força e segui em frente.

Lá pela metade do ano letivo fiquei muito contente quando percebi que as dificuldades anteriores naturalmente se dissiparam, eu já sabia ligar e desligar o computador, digitar textos, procurar figuras e navegar na internet. Para mim é uma conquista e emoção muito grandes, e até hoje não acredito que consigo fazer tudo isso.

Antes de eu conhecer o projeto, era uma pessoa muito tímida, calada e extremamente fechada a novas amizades. Com o passar do tempo, tenho melhorado muito com relação ao meu jeito de ser.

O contato e a ajuda dos monitores me favoreceram a tudo isso. Desde o começo tenho tido um relacionamento maravilhoso, ensinam-me com muito carinho, dedicação e paciência, em razão disso, por me sentir valorizada e estar aprendendo algo novo e desafiador é que a minha vida tem mudado muito depois do projeto.

Hoje vejo as coisas sob uma nova perspectiva, mais otimista e com esperança. Lá eu conheci muitos colegas e pude fazer boas, novas e grandes amizades.

Agradeço muito por essa bela oportunidade que Deus me deu. Espero continuar participando por mais algum tempo pois ainda falta muito o que aprender.

Essa minha felicidade em pertencer ao Projeto Integrando Gerações “Informática na Terceira Idade” acontece devido ao fato de na minha juventude não ter tido a oportunidade de estudar em uma escola boa, pois morava no sítio onde naquela época o ensino era muito fraco. Só aprendi o necessário para não ser completamente analfabeta. Antigamente quem sabia ler um pouco e escrever o próprio nome era considerada uma pessoa completa, o importante era ser uma pessoa que soubesse basicamente cuidar da casa, cozinhar e costurar. Então, a minha vida foi de bastante trabalho e pouco estudo, mas este mesmo sendo pouco, foi muito bem aproveitado.

No projeto, estou me realizando, inclusive alguns sonhos, pois o meu desejo sempre foi ter algum contato manual com o computador e também aprender informática. Que Deus continue abençoando o meu professor, a minha monitora querida e ao projeto como um todo.”

Antonia Arruda de Souza, 69 anos, aluna da terceira idade, Campo Grande-MS, 2007.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Depoimento espontâneo 34!

Honra-nos agradecer o convite para formatura dos alunos da melhor idade do Projeto Integrando Gerações "Informática na Terceira Idade", ao mesmo tempo que parabenizamos essa renomada escola pelos avanços na afirmação dos Direitos Humanos Fundamentais, seja pela inclusão educacional do idoso, seja pela afirmação e propagação dos valores fundamentais perante a sociedade, fato já notório em nosso meio.

As conseqüências positivas dessa atitude, ouvimos em todos os encontros, onde os idosos manifestam sua satisfação e auto-estima ante a inclusão.

Colocando-nos à disposição, despedimo-nos externando manifestação de alta consideração.

Dra. Sara Francisco Ricarte, Promotora de Justiça da Cidadania – Ministério Público do Estado de MS, Campo Grande-MS. Trecho do oficio n° 387/PROCID/2005.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Depoimento espontâneo 33!

Conheci o Projeto Integrando Gerações “Informática na Terceira Idade” através de uma das assistentes sociais do Centro de Convivência do Idoso-CCI, no ano de 2002.

Iniciei as aulas com muita dificuldade, como qualquer pessoal quando começa algo que nunca tenta visto. Fui logo descobrindo um mundo, o qual para mim era desconhecido e, me senti uma verdadeira criança em um ambiente de milhares de cores e um emaranhado de teclas, equipamentos e acessórios diferentes, como: mouse, monitor, impressora, disquetes, CD, entre outros.

Com o passar do tempo aprendi coisas que nunca na vida pensei que conheceria e causaram-me um verdadeiro turbilhão na minha cabeça (o que descobri posteriormente ser de grande benefício para quem tem pré-disposicão a desenvolver o Mal de Alzheimer).

Sinto-me, diariamente, como uma criança com seu brinquedo novo, o qual me interesso em aprender mais e mais e desvendar os seus mistérios.

Quero destacar um marco emocionante para mim no projeto, quando no ano de 2004 fui condecorada como Aluna Destaque do Ano onde recebi uma placa de honra ao mérito.

Antes de pertencer ao projeto eu era uma pessoa ociosa na vida cotidiana e hoje sou mais compromissada com relação às tarefas que o projeto exige de nós, pois não somos meros receptores, temos que fazer a nossa parte: aconselhar, orientar, ouvir e passar a minha experiência de vida ao monitor que me ensina.

Portanto acredito que isso me incentivou a continuar buscando outras coisas novas para minha vida. Adquiro, constantemente, conhecimentos que são de fundamental importância para mim, diante disso só tenho a agradecer a Deus pela perseverança, atenção e paciência com o que os nossos monitores nos atendem e passam suas experiências frente ao computador.”

Noêmia Moreira dos Reis, 77 anos, aluna da terceira idade, Campo Grande-MS, 2008.

O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.
Conteúdo protegido por:

Creative Commons License

Projeto Integrando Gerações "Informática na Terceira Idade"
by Francesco Edson Nogueira is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at projetointegrandogeracoes.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://projetointegrandogeracoes.blogspot.com.
 
© copyright 2001-2011 – Projeto Integrando Gerações “Informática na Terceira Idade” por Francesco Edson Nogueira
By Templates Mix Total